• Share
  • Facebook
  • Twitter

Previsão do risco de fratura

O iceberg é composto de um material frágil, o gelo, que pode quebrar violentamente sem aviso devido ao efeito combinado de imperfeições naturais durante a sua formação e os danos causados pelo meio ambiente, como as mudanças de temperatura, a erosão da água, a ação das ondas e tempestades.


Graças à simulação digital utilizada com o software SIMULIA Abaqus, foi possível avaliar os riscos ambientais locais relacionados com a fratura do iceberg.

A simulação realizada pressupõe um tipo de fratura dos icebergs observado por cientistas: um bloco afunda profundamente antes de voltar à tona; outros se levantam vários metros e voltam a recuperar o equilíbrio. Os volumes são consideráveis e podemos observar que eles produzem um caos total no ambiente marinho circunvizinho, formando ondas de 50 a 60 metros de altura e correntes de 60 a 80 metros por segundo. Em um cenário como este, o melhor é poder tomar as medidas de segurança necessárias com antecedência.

Veja o documentário científico para TV

Watch the scientific TV documentary and have a chance to win the blu-ray edition

Informações relacionadas

VÍDEO: SIMULANDO A FRATURA DO ICEBERG